Equipe do Cetam faz visita técnica a duas unidades prisionais de Manaus

84

O Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj) e a Penitenciária Feminina de Manaus (PFM) receberam, nessa quinta-feira (8), a visita de uma equipe técnica do Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam) para averiguação do espaço físico e as condições sanitárias das unidades, tendo em vista o início dos cursos do  Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), no próximo dia 19 de outubro.

A equipe pôde constatar de perto o trabalho que a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) tem realizado nas unidades prisionais, obedecendo às ordens dos protocolos de segurança contra a Covid-19, da Organização Mundial de Saúde (OMS). Assim como, os trabalhos de reforma dos ambientes destinados às aulas, realizados pela mão de obra carcerária.

“A visita técnica teve um excelente resultado, a equipe saiu satisfeita com o que viu, pois verificou-se que estava tudo em perfeitas condições para a realização dos cursos, tanto as áreas de aulas práticas e teóricas, quanto a questão sanitária”, declarou a assistente social Lilian Rejane Negreiros, do Departamento de Reintegração Social e Capacitação (Deresc) da Seap.

Negreiros também explicou que, neste ano, os cursos do Pronatec estão inseridos dentro de um projeto piloto, devido a pandemia do coronavírus. Portanto, só serão ofertados ao regime fechado, diferente do que acontecia nos anos anteriores quando também eram oferecidos aos apenados do regime semiaberto. Os cursos a serem oferecidos serão “Manutenção e Reparo em Refrigeração”, no Compaj, e “Confeitaria de Doces e Salgados”, na PFM. Ambos contemplarão 40 reeducandos ao todo.

Parceria – A equipe técnica do Cetam era composta pelos professores José Orlando Freire e Eliciane Viana de Assis, pela administradora, Andreza Lima Mota, e pela pedagoga, Márcia Bastos Araújo. Márcia agradeceu a parceria com a Seap, valorizando as atitudes tomadas para reintegrar as pessoas privadas de liberdade (PPL) à sociedade.

“Quero agradecer à Seap, na pessoa do secretário Vinícius Almeida, pela parceria na oferta de cursos que visam a qualificação profissional das PPLs, oportunizando meios para que essa população, ao cumprir suas penas, possam se reintegrar à sociedade com dignidade”, registrou a pedagoga.

Funcionamento – Todos os anos o Pronatec disponibiliza recursos para os sistemas prisionais de todo o país, que é administrado por órgãos locais. No Amazonas é o Cetam quem realiza essa administração, e já trabalha em conjunto com a Seap desde 2013, promovendo qualificação profissional dentro do ambiente carcerário.