Seu Navegador não suporta scripts.
Carregando

Curiosidades

A saúde e o consumo exagerado de açúcar

A saúde e o consumo exagerado de açúcar
Foto: Divulgação

Por: Dr. Sérgio Machado

 

Dificilmente alguém não gosta de doce. É universal. Nos remete as lembranças da nossa infância e de muitos momentos felizes de confraternização. Mas o seu consumo exagerado pode levar a situações desagradáveis para a nossa saúde.

O açúcar é um carboidrato que pode ser encontrado tanto em alimentos industrializados quanto em alimentos naturais. Nos alimentos industrializados podemos utilizar alguns exemplos como refrigerantes, chocolates, biscoitos e uma infinidade de outros doces nesse grupo a quantidade de açúcar é encontrada em maior quantidade do que no grupo dos alimentos naturais.

O consumo moderado do açúcar tem a sua importância para o nosso organismo, já que ele está associado com a produção de serotonina, um importante neurotransmissor que está relacionado, entre outras funções, com a regulação do sono e o humor. Todavia, o consumo exagerado desse carboidrato tem se tornado um dos grandes vilões para a saúde, podendo causar danos ao nosso organismo; portanto, o consumo deve ser feito com cautela.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda para cada pessoa, que do total de calorias consumidas diariamente apenas 10% deve ser proveniente do açúcar. A maioria dos especialistas orientam que uma dieta saudável e ideal deve restringir-se a apenas 5%. Baseando-se nesses dados, isso significaria que para cada pessoa o ideal seria o consumo de 25 gramas de açúcar por dia ou, no máximo, 50 gramas.

Um dos problemas mais citados quando o assunto é relacionado ao açúcar é a cárie, caracterizada pela desmineralização das estruturas dentárias, dentre as consequências causadas pela cárie é dor e na maioria das vezes quando não é tratado precocemente a perda do dente. No entanto, a cárie é apenas a ponta do problema decorrentes do consumo exagerado de açúcar, já que os problemas de saúde vão muito além desse processo odontológico, podendo colocar até mesmo a vida de uma pessoa em risco.

A obesidade é um dos maiores problemas que na maioria das vezes, também está associado ao consumo exagerado do açúcar, ela tem sido considerada por muitos especialistas uma epidemia mundial, além de  um fator de risco para o desenvolvimento de doenças crônicas sérias, tais como problemas cardiovasculares, hipertensão arterial, diabetes e até mesmo cânceres.

Outro grave problema decorrente do consumo em excesso do açúcar, além da carie e o sobre peso é o risco de sobrecarregar o pâncreas, que o responsável por produzir insulina constantemente para manter adequados os níveis de glicose no sangue. O pâncreas pode não produzir a quantidade de insulina suficiente para suprir a necessidade do corpo, além de correr o risco de não ser aproveitada adequadamente, desencadeando a diabetes tipo 2, uma doença séria e extremamente perigosa.

Para não sofremos com os resultados do consumo excessivo do açúcar, é de fundamental importância que façamos diariamente uma seleção rigorosa dos alimentos que consumimos, bem como a avaliação sobre nossos hábitos de vida, inserindo em nossa rotina a prática regular de atividades físicas. Outro fator importante é evitar os alimentos industrializados.

Lembre-se sempre que o excesso do consumo de açúcar ao invés de tornar a sua vida doce,  pode deixa-la um pouco amarga.

Notícias Relacionadas