Seu Navegador não suporta scripts.
Carregando

Curiosidades

Conheça um pouco mais sobre o famigerado clitóris

Conheçam mais sobre a sexualidade feminina e sobre o clitóris para lhe ajudar a entender melhor as mulheres e seus desejos

Conheça um pouco mais sobre o famigerado clitóris
Foto: Reprodução
O Dia Internacional da Mulher geralmente envolve discussões políticas e de gênero. Mas muitas mulheres têm compartilhando em suas redes sociais, posts falando sobre a sexualidade feminina que, em pleno 2018, ainda é um tabu, então que tal a gente aprender algumas coisas sobre isso também e aproveitar a ocasião para descobrir segredos sobre o famigerado clitóris?

Primeiro, precisamos entender que o corpo das mulheres funciona de um jeito bem diferente do dos homens, especialmente quando o que está em questão é a excitação sexual.

Homens são mais rápidos, mais visuais, mais desprendidos, e o ponto de prazer máximo do pênis, que geralmente fica na região da cabeça do órgão, é mais do que visível. Além disso, os rapazes sentem prazer também na região dos testículos e na próstata – isso, é claro, só falando da anatomia sexual mais óbvia, porque o corpo todo pode ser sexualmente estimulado.

As mulheres, por outro lado, precisam estar realmente excitadas para que fiquem lubrificadas e, assim, possam começar o ato sexual sem desconforto.

Muitas mulheres não chegam ao orgasmo apenas com a penetração, e o que faz um grande sucesso nesses momentos mais calientes são os estímulos no bom e velho clitóris. Anatomicamente falando, a parte visível do clitóris, cuja função é unicamente a de dar prazer, fica pertinho do canal por onde o xixi sai, e ele é um pontinho que, quando estimulado, aumenta de tamanho.

Ainda que seja visível, muitos homens têm dificuldades para encontrar o dito cujo – muitos têm é preguiça mesmo, e isso não é nada bacana, hein. Vale lembrar que, em termos de sexo, o legal mesmo é quando todos os envolvidos curtem e não quando apenas o homem satisfaz as suas necessidades, vira para o lado e dorme.

A seguir, confira algumas curiosidades sobre o maravilhoso clitóris – elas servem tanto para homens quanto para mulheres. Aprender mais sobre esse órgão maravilhoso é sempre válido e, no caso dos cuecas, pode garantir que vocês se tornem, finalmente, bons de cama. Ou seja: todo mundo sai ganhando. Aprendamos, portanto:

1 – Das mulheres que chegam ao orgasmo durante o sexo (infelizmente, são muitas que não chegam), 75% precisam de estimulação no clitóris;

2 – Como já falamos, a parte visível do clitóris é a pontinha de um iceberg, e o órgão em si, internamente, chega a medir até 10 cm de comprimento;

3 – Ao longo da vida da mulher, o clitóris cresce um pouquinho, e fica até duas vezes maior depois da menopausa. Essa coisa de tamanho, no entanto, não tem nada a ver com prazer, e também não é algo com que as mulheres se importam da mesma forma como os rapazes, quando o assunto é o tamanho do pênis;

4 – Só para você ter ideia, o órgão do prazer feminino conta com 8 mil terminações nervosas, e isso é simplesmente o dobro do que a glande do pênis;

5 – Quando ainda estamos no útero materno, lá pela 12ª semana de gestação, nossas genitais são idênticas, e é só a partir daí que os fetos começam a ter pênis ou vulva. O clitóris e o pênis são, portanto, produtos diferentes feitos da mesma matéria-prima, digamos assim;

6 – Aliás, em termos de nomenclatura, o correto é assim: o conjunto formato pelo clitóris, pela vagina e pelos lábios é chamado de vulva;

7 – Como apenas a cabeça e o capuz do clitóris ficam do lado de fora e são visíveis, muitos especialistas em sexo acreditam que o ponto G, que fica dentro da vagina, é uma região interna do clitóris que acabamos conseguindo tocar;

8 – Já falamos antes, mas vale repetir porque é uma informação linda demais: o clitóris existe apenas para dar prazer à mulher. Ele não tem qualquer função reprodutiva;

9 – Mulheres podem experimentar diferentes tipos de orgasmos: vaginal, cervical e orgasmos pelo ponto G, mas o mais fácil mesmo é que a mulher chegue ao clímax através dos estímulos no clitóris mesmo – aliás, são pouquíssimas as mulheres que chegam lá sem que o clitóris entre na brincadeira;

10 – Agora você já entendeu que o clitóris existe e que tem uma função importantíssima em termos de prazer feminino. Para lidar com o dito cujo, saiba que existem formatos e tamanhos diferentes de clitóris, e que cada mulher gosta de um tipo de estímulo. O melhor, então, é começar devagar e deixar que a mulher conduza seus movimentos e explique se gosta de toques mais gentis ou com mais pressão, por exemplo;

11 – Aliás, a palavra “clitóris” tem origem da palavra grega usada para falar “chave”. Ou seja: conhecer mais sobre ele é, definitivamente, uma forma de abrir portas para uma vida sexual mais feliz;

12 – Um orgasmo clitoriano pode durar até 30 segundos; e algumas mulheres conseguem ter orgasmos múltiplos, o que significa que, depois desses 30 segundos, novas ondas de prazer surgem na medida em que ela tem contrações pélvicas. Em resumo, o mais curto dos orgasmos clitorianos dura mais do que o mais longo orgasmo masculino. Taí algo para se comemorar no dia de hoje, hein – e o melhor: pode ser com ou sem companhia!

Notícias Relacionadas