Seu Navegador não suporta scripts.
Carregando

Curiosidades

Consultas e exames gratuitos, chegam em comunidade Ticuna na zona Leste de Manaus

Consultas e exames gratuitos, chegam em comunidade Ticuna na zona Leste de Manaus
Foto: Divulgação

Localizada  na  zona  Leste  de  Manaus,  existe  uma  comunidade  indígena com  mais  de  cem  famílias  que  mantem  preservado  seus  costumes,  tradições  e o  próprio  dialeto.  A  Comunidade  Wotchimücü,  da  etnia  Ticuna,  da  Microrregião do  Alto  Solimões,  é  liderada  pelo  cacique  Aldenor  que  busca  da  melhor  forma garantir  para  todos  de  sua  comunidade,  o  direito  a  saúde,  moradia,  educação,  e lazer.   Foi  pensando  em ajudar  de forma efetiva  a  Comunidade  Wotchimücü, que o  Projeto  Saúde  na  Comunidade,  coordenado  pelo  especialista  em  cardiologia Dr.  Sérgio  Machado,  resolveu  nessa  sexta-feira,  visitar  e  levar  consultas  e exames  cardiológicos  de  forma  gratuita  para  os  indígenas  que  a  meses  não estavam  conseguindo  os  atendimentos  na  rede  pública  de  saúde,  conforme afirma  o  Cacique  Aldenor.

2836

“A  dificuldade  em  acessar  a  rede  pública  de  saúde  já  começa  pela  língua. Muitos  moradores  ainda  mistura  o  português  com  o  dialeto  nativo  Ticuna  e muitos  médicos  não  os  entendem  ou  os  indígenas  não  conseguem  compreender as  orientações  do  médico  e  acabam não seguindo o tratamento  adequadamente. Mas assim como Dr. Sergio Machado faz, é bem melhor. Vindo até a comunidade para  atender  todos  e  eu  posso  acompanhar,  eu  ajudo  o  paciente  índio  entender o  Doutor  e  ajudo  o  médico  a  entender  o  que  o  índio  diz  que  está  sentindo.  Mas, o  índio  procura  um  cardiologista  no  posto  médico  para  consulta  e  não  tem.  Agora Dr.  Sérgio  nos  ajuda  vindo  aqui”,  diz  o  Cacique  Aldenor. 

2837

“É  uma  satisfação  e  acima  de  tudo,  uma  obrigação  de  todos  nós  ajudar os  povos  tradicionais,  ao  longo  da  história  exterminados  e  perseguidos  e  que  até hoje  lutam  em  meio  a  uma  selva  de  pedras  para  manter  viva  e  latente  as  suas raízes  e  tradições  culturais,  como  é  o  caso  da  comunidade  indígena  Wotchimücü aqui  no  bairro  Cidade  de  Deus.  Quem  quer  fazer  o  bem,  tem  que  se  dedicar  e enfrentar  as  barreiras,  mesmo  que  ela  seja  cultural”,  disse  o  especialista  Dr. Sérgio  Machado.

2838

Notícias Relacionadas