Seu Navegador não suporta scripts.
Carregando

Curiosidades

COVID-19: Amazonas deve se acostumar com o uso das máscaras

COVID-19: Amazonas deve se acostumar com o uso das máscaras
Foto: Reprodução

Por Dr. Sérgio Machado

 

Elas nos protegem. Não temos tempo para pesquisas e por precaução, quem for contra a recomendação que prove a ineficácia. Até lá devemos usá-las.

O COVID-19 não irá desaparecer, não sabemos o tempo que ficamos imunes após estarmos doente, estamos aguardando a medicação que trará a cura e a criação da sonhada vacina. Enquanto isso precisamos nos proteger.

Na falta de máscaras de alta qualidade, como a  N95  e as máscaras cirúrgicas,  escassas mesmo para os profissionais que lidam no combate diário ao COVID-19, devemos criar o hábito diário de usar as máscaras caseiras,  em último caso uma malha de algodão dobrada, cobrindo o nariz e boca, sempre que saímos de casa.

Se estivermos com sintomas respiratórios devemos usá-las até mesmo em casa. Essa doença é transmitida por gotículas contaminadas pelo vírus e que emitimos quando espirramos ou tossimos. Sem saber que estamos doentes podemos transmitir o vírus, pois, existe um período médio de seis ou sete dias sem sintomas.

Após espirrarmos, as gotículas percorrem até nove metros em linha reta, com o uso de máscara essa distância cai para centímetros.  Mas, precisamos saber usá-las corretamente para evitar a nossa contaminação e a propagação do vírus; atenção ao colocar, tirar, higienizar, armazenar e trocar assim que for preciso. 

Além disso, devemos nos informar sobre as orientações das autoridades de saúde para a nossa localidade, mantermos o distanciamento social, o isolamento social para quem pode, a quarentena para quem deve sempre lavar as mãos e o uso de álcool em gel. Estas medidas preventivas nos ajudarão a retornar a (nova) normalidade. 

A Paz esteja convosco.

Notícias Relacionadas