Seu Navegador não suporta scripts.
Carregando

Curiosidades

Cuidados básicos para prevenir o contagio e a disseminação do Coronavírus

Cuidados básicos para prevenir o contagio e a disseminação do Coronavírus
Foto: Divulgação

O primeiro caso de coronavírus no Brasil já foi constatado na quarta (26). O paciente é um cidadão brasileiro que esteve na Itália. O total de casos suspeitos em todo Brasil é de 132, só em São Paulo são 85. Diante dessa realidade precisamos ficar mais atentos quanto as dicas de prevenção contra esse vírus que também é conhecido como COVID-19. Primeiramente é muito importante que todos nós tenhamos o mínimo de cuidado para saber de que forma essa doença se manifesta. 

A manifestação clínica se apresenta da seguinte forma: o coronavírus causa infecções respiratórias brandas a moderadas de curta duração. Os sintomas podem envolver coriza, tosse, dor de garganta e febre. Esse vírus algumas vezes pode causar infecção das vias respiratórias inferiores, como pneumonia. Esse quadro é mais comum em pessoas com doenças cardiopulmonares, com sistema imunológico comprometido ou em idosos.

Além disso o período de incubação é de 2 a 14 dias e o período de transmissibilidade, de uma forma geral, ocorre apenas enquanto persistirem os sintomas, é possível a transmissão viral após a resolução dos sintomas, mas a duração do período de transmissibilidade é desconhecida. 

A transmissão de pessoa para pessoa ocorre pelo contato próximo, como por exemplo: qualquer pessoa que cuidou do paciente, incluindo profissionais de saúde ou membros da família; que tenha tido contato físico com ele; tenha permanecido no mesmo local que o paciente doente.

Como temos visto por meio dos noticiários que, a cada dia que passa, o vírus vem ganhando território nessa batalha, e por ter chegado no Brasil, aproveito para reforçar as dicas que poderão ajudar muito nessa guerra contra o coronavírus: 

1. Lave as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Use um desinfetante para as mãos à base de álcool que contenha pelo menos 60% de álcool se sabão e água não estiverem disponíveis.

2. Evite tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.

3. Evite cumprimentos com as mãos e abraços.

4. Evite contato próximo com pessoas doentes, principalmente as pessoas com infecções respiratórias, como resfriados.

5. Fique em casa quando estiver doente.

6. Na tosse ou espirros cubra sua boca e nariz com um lenço de papel (descartável) e após o uso, jogue no lixo.

7. Limpe e desinfete objetos e superfícies tocados com frequência.

8. Evite tocar em corrimões, maçanetas, balcões e objetos de uso público.

9. Não compartilhe objetos de uso individual e pessoal como colheres, garfos, facas, copos, pratos ou garrafas.

10. Evite aglomerações de pessoas e procure ficar em ambientes ventilados. Se for o caso use máscaras descartáveis e óculos de proteção.

11. Alimente-se de forma saudável e regularmente.

12. Hidrate-se. Beba água.

13. Tenha um boa noite de sono reparador.

14. Faça exercícios físicos regularmente.

15. Use suplementos de vitaminas.

16. Mantenha sua vacinação em dia e quando a vacina contra a gripe estiver disponível, vacine-se. Até final de fevereiro de 2020 não existe vacina contra o COVID-19.

Caso esteja com coriza, tosse ou espirros, use máscaras descartáveis e troque-as três vezes ao dia. Jogando-as no lixo. Não se esqueça que o vírus pode sobreviver em uma superfície entre 9 a 11 dias. Daí a importância da higienização frequente com sabão e água, além do álcool 70%.

Não deixe de compartilhar essas dicas, você estará contribuindo para que possamos vencer essa batalha contra esse inimigo letal e silencioso.

Notícias Relacionadas