Seu Navegador não suporta scripts.
Carregando

Curiosidades

Dia mundial de combate ao Acidente Vascular Cerebral (AVC)

Dia mundial de combate ao Acidente Vascular Cerebral (AVC)
Foto: Divulgação

Por: Dr. Sérgio Machado

 

Com o objetivo de alertar sobre a importância da prevenção, tratamento imediato e reabilitação, foi implementado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) o Dia Mundial do Combate ao Acidente Vascular Cerebral - AVC, comemorado no dia 29 de outubro. Os Derrames ou AVCs respondem como a segunda causa de morte natural de origem cardiovascular, só perdendo para o Infarto Agudo do Miocárdio, mas é a primeira que incapacita.

Em todo o mundo, cerca de 17,5 milhões de pessoas morrem vítimas de doenças cardiovasculares, chega a corresponder 30% das mortes de causa natural. No Brasil a média anual é de 350 mil mortes por Infarto e Derrame, ou seja, uma morte a cada 40 segundos, mas podemos chegar a 400 mil mortes anuais.

Quem está mais propenso a ter um Derrame ou um Infarto do Miocárdio? São os portadores de hipertensão sem tratamento eficaz, quem não pratica atividade física, os portadores de colesterol e triglicerídeos elevados, dieta ruim, pouco nutritiva e rica em sal, açúcar e gorduras, os obesos, os estressados, fumantes, portadores de arritmias cardíacas, quem abusa do álcool, e os diabéticos.

Chamo atenção para a importância da Atenção Básica trabalhada nas UBS e Saúde da Família, locais onde tem início a prevenção dessas doenças. A prevenção ainda é a nossa maior arma contra esses dois flagelos! Retornando ao assunto AVCs, como podemos identificar os sintomas do AVC? Dor de cabeça forte, visão turva, dificuldade para falar, tontura, amortecimento ou formigamento no rosto ou nos braços e pernas, geralmente acometendo um só lado do corpo.

Talvez você esteja se perguntado: é preciso todos esses sintomas juntos para ligar um sinal de alerta?  A resposta é: Não necessariamente, basta à apresentação um desses sintomas, para termos motivo suficiente em acendermos o sinal de alerta e buscarmos socorro médico com rapidez.

Um desses socorros imediatos pode ser o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) pelo telefone 192. Em grande parte das cidades brasileiras coberta pelo SAMU, esses profissionais estão habilitados para iniciar os procedimentos de tratamento durante o percurso até o hospital. 

Vejamos aqui o que podemos fazer para evitar que façamos parte das estatísticas divulgadas no início : Procure ter uma alimentação mais saudável; apague o cigarro de vez da sua vida; trate corretamente sua hipertensão, a diabetes, as gorduras do sangue, a obesidade, movimente-se, socialize-se, não abuse do álcool e nunca use drogas ilícitas; consulte regularmente um Médico Clínico Geral,  Cardiologista,  Nutrólogo, Neurologista e Nutricionista.

A prevenção é a nossa principal arama no combate aos AVCs e mesmo para aqueles que já foram vítimas de AVC, nunca é tarde para adotar hábitos saudáveis. Eles evitarão que você possa reincidir no quadro.

Notícias Relacionadas