Seu Navegador não suporta scripts.
Carregando

Curiosidades

Dia mundial do enfermo

Dia mundial do enfermo
Foto: Divulgação

Data criada pelo Papa João Paulo II em comemoração ao Dia de Nossa Senhora de Lourdes, pois diversos peregrinos que visitaram seu santuário apresentaram relatos de cura após a intercessão da santa. O costume católico durante a ocasião é de rezar pelos enfermos, assim como oferecer-lhes apoio e amparo

 

Por: Dr. Sérgio Machado

 

O Dia do Enfermo é uma data na qual médicos e profissionais de saúde devem dedicar atenção extra àqueles em seu cuidado. O tratamento médico deve ser humanizado, e não apenas clínico, pois os doentes, além de remédios e intervenções cirúrgicas, precisam de carinho, amparo e respeito.

Na terça-feira dia 11 de fevereiro, foi comemorado o Dia do Enfermo. O conceito de saúde é o bem-estar físico, mental e social. As profissões relacionadas a área da saúde, como a medicina, preservam a vida, buscando a saúde e a sua manutenção. Mas, algumas pessoas estão enfermas, com doenças graves, terríveis e que causam muita dor e sofrimento, que se estendem até a cura ou que a morte chegue.

Estas pessoas precisam de cuidados paliativos gerais e especializados e muita atenção para que tenham uma vida digna e com menos sofrimento. Estes cuidados não devem atingir somente os doentes terminais, mas também aqueles doentes que sofrem com muita dor ou qualquer outro sintoma incapacitante, como exemplo os cardiopatas graves, os renais crônicos e os portadores de Alzheimer.  Além disso, os familiares também adoecem com o estresse mental causado pelo sofrimento da pessoa querida.

A enfermidade deixa as pessoas mais frágeis, mas elas ainda são fortes. Sua força resiste, mesmo que de uma outra maneira. Não menospreze aqueles que se encontram adoentados, eles são capazes de muito mais do que você imagina.

Resumindo, precisamos preparar o nosso serviço púbico de saúde para esse grande desafio que é cuidar de forma humanizada dos nossos enfermos.

Notícias Relacionadas