Seu Navegador não suporta scripts.
Carregando

Diversão

Em noite de homenagens, coral João Gomes Júnior celebra 63 anos no palco do Teatro Amazonas

SEC homenageou uma das fundadoras do grupo com uma placa que ficará na galeria da cafeteria do teatro

Em noite de homenagens, coral João Gomes Júnior celebra 63 anos no palco do Teatro Amazonas
Foto: Divulgação

Música, emoção e homenagens marcaram a celebração dos 63 anos do Coral João Gomes Júnior - o mais antigo em atividade no estado -, na noite desta sexta-feira (12), no Teatro Amazonas. O aniversário teve um concerto especial, com cerca de 50 coralistas presenteando o público, que lotou o evento, com composições eruditas, canções nacionais e até músicas regionais como “Saga de um Canoeiro”.

Para marcar a data, os Correios lançaram um selo personalizado do coral João Gomes Júnior e a Secretaria de Estado de Cultura (SEC) homenageou a presidente e uma das fundadoras do grupo, Cleomar dos Anjos Feitoza, com uma placa que agora ficará na galeria da cafeteria do teatro. “É uma história que se confunde com a história da cultura do nosso Estado. São mais de seis décadas de atividade, renovação e incentivo a novos talentos. Agora, essa trajetória será lembrada pela placa, exposta no nosso maior templo cultural, que é o Teatro Amazonas e vai circular o mundo com o selo lançado pelos Correios”, destacou o secretário estadual de Cultura, Marcos Apolo Muniz.

2156

As homenagens emocionaram a presidente do coral. “Sinto muita gratidão por todos os que colaboraram para que o João Gomes Júnior tenha conseguido, por 63 anos, levar música para a cidade, formar plateias e contribuir para a criação de tantos outros grupos artísticos”, observou.

2157

Maestro do coral há sete anos, Moisés Rodrigues contou que o grupo ensaia duas vezes por semana e costuma se apresentar também em igrejas e eventos beneficentes. “São muitos motivos para comemorar, pois não é fácil chegar a 63 anos em atividade. Tem muita dedicação da nossa querida Cleomar e muito humor e alegria do grupo nos nossos ensaios e apresentações”, disse.

2158

O grupo foi criado em março de 1956 pelo professor e maestro amazonenses Nivaldo Santiago, que homenageou seu professor, o maestro paulista João Gomes Júnior, na escolha do nome do coral.

Os primeiros ensaios aconteciam na Catedral Metropolitana de Manaus e a estreia foi realizada no Teatro Amazonas, em 13 de julho do mesmo ano. É considerado o “pai” de outros corais, como do Amazonas e da Universidade Federal do Amazonas (Ufam).

2159

Notícias Relacionadas