Seu Navegador não suporta scripts.
Carregando

Polícia

Batalhão Ambiental da PM apreendeu mais de 400 quilos de carne de caça este ano

Batalhão Ambiental da PM apreendeu mais de 400 quilos de carne de caça este ano
Foto: Divulgação
De janeiro a setembro de 2019, a Polícia Militar do Amazonas apreendeu 446 quilos de carne de caça em ações pelo estado por meio do Batalhão de Policiamento Ambiental (BPAM), que atua no combate a esses crimes. O volume de apreensões cresceu 62,7%, e a maioria das apreensões ocorre em feiras, mercados e embarcações.

De acordo com informações do comandante do Batalhão, tenente-coronel Marlon Benfica, 120 pessoas suspeitas de envolvimento em crimes ambientais foram detidas e conduzidas à Delegacia Especializada em Crimes Contra o Meio Ambiente e Urbanismo (Dema), da Polícia Civil do Amazonas (PC-AM). As prisões são referentes ao período de janeiro a agosto.

Ainda conforme informações do tenente-coronel, as carnes de caça mais apreendidas durante esse período foram as queixadas e as pacas. Na Dema, existe um cadastro de instituições que desenvolvem projetos socioassistenciais para receber doações do material que é apreendido. O material é entregue após análise comprovar as condições para consumo.

O tenente-coronel destaca, ainda, a proibição do exercício da caça, que sujeita os infratores a punições. “O artigo 29 é bem claro. Está na nossa Lei 9.605/1998, que é voltada para os crimes ambientais, e fala a respeito da proibição da caça de animais, sujeitando seus autores a penas de detenção e multas”, disse.

Apreensão – No dia 2 de setembro, no Porto da Manaus Moderna, após denúncia anônima, o Batalhão apreendeu pescados, quelônios e carne de caça ilegal que estavam em uma embarcação oriunda do município de Urucará (a 261 quilômetros de Manaus). Durante a ação, foram encontradas diversas sacolas com pescados e carnes de animais silvestres.

Já no dia 17 de setembro, a Polícia apreendeu 100 quilos de carne de caça ilegal na região fluvial do bairro Educandos, zona Sul da capital amazonense. O material estava em uma embarcação com nove toneladas de pescado e vinha do município de Tefé (a 523 quilômetros de Manaus).

Disque-denúncia – Para informações relacionadas a crimes contra o meio ambiente, o Batalhão disponibiliza a linha direta (92) 98842-1553, que também recebe mensagens no aplicativo Whatsapp. Também é possível fazer denúncias por meio do 181, da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM).

“Nós pedimos que as pessoas continuem denunciando. Garantimos que os nomes não serão revelados e, se constatada a veracidade dos fatos, os infratores serão presos e conduzidos até a delegacia para responder pelos crimes”.

Notícias Relacionadas