Seu Navegador não suporta scripts.
Carregando

Polícia

Jovem envolvimento em duplos homicídios e tentativa de homicídio é preso

Polícia Civil indicia jovem por envolvimento em duplos homicídios e tentativa de homicídio em Manaus

Jovem envolvimento em duplos homicídios e tentativa de homicídio é preso
Foto: Divulgação

Os delegados Paulo Martins e Denis Pinho, titular e adjunto, respectivamente, da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), acompanhados do delegado Torquato Mozer, titular do 30° Distrito Integrado de Polícia (DIP), falaram, nesta terça-feira (4), durante coletiva de imprensa realizada às 10h, no prédio da especializada, sobre o cumprimento de mandados de prisão preventiva por dois duplos homicídios e homicídio tentado em nome de William Nascimento da Silva, de 20 anos.

De acordo com o delegado Paulo Martins, William foi preso por policiais militares da Força Tática, em flagrante, na tarde da última quinta-feira (30), por volta das 16h, na rua Alfazema, segunda etapa do conjunto João Paulo, bairro Jorge Teixeira, zona Leste da cidade.

Com o infrator foi apreendida uma espingarda calibre 20, com o cano serrado, além de munições do mesmo calibre e três coletes balísticos. Na delegacia, o infrator se passou pelo irmão dele, mas acabou identificado pelo delegado Torquato Mozer, titular do 30° DIP.

“Um dos duplos homicídios em que William está envolvido ocasionou as mortes de Alessandro Praia da Silva, o 'Baby', que tinha 40 anos, e Ricardo Almeida da Cruz, Filho, que tinha 32. O crime ocorreu no dia 1° de outubro de 2018, no apartamento onde as vítimas moravam, situado em um condomínio no bairro Lago Azul, zona Norte da capital. William e outros elementos entraram no local, foram até o apartamento das vítimas e efetuaram mais de 40 disparos de arma de fogo que causaram os óbitos. Hulison Arocha da Silva, 21, e Richarlison Barbosa Ribeiro, 35, já foram presos pela equipe da DEHS por participação no crime”, explicou o titular da DEHS.

Homicídio Tentado - Torquato Mozer explicou que William também estava sendo investigado pela equipe do 30° DIP por homicídio tentado. O crime ocorreu no dia 10 de outubro de 2017, na rua Fausta Massulo, bairro Jorge Teixeira, zona Leste da cidade. Segundo o delegado, na ocasião, William e um comparsa atingiram um jardineiro de 24 anos com disparos de arma de fogo, no momento em que ele conduzia uma motocicleta.

“A prisão desse indivíduo reflete no trabalho realizado pela Secretaria de Estado de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), pois inicialmente, seria uma prisão rotineira, sendo apresentado por porte ilegal de arma de fogo de uso permitido. Logo após tomarmos conhecimento da prisão, verificamos que ele tinha dado o nome do irmão e identificamos o infrator tanto pelo visual quanto pelo confronto datiloscópico. Informamos a Justiça que o infrator estava dando nome falso e que constavam, em nome dele, mandados de prisão”, informou Mozer.

Charles Araújo disse que William está envolvido, ainda, no duplo homicídio de Deliel Souza de Figueiredo e do sogro dele, Sebastião Silva de Souza. As vítimas tinham 31 e 48 anos, respectivamente. As mortes aconteceram no dia 27 de setembro de 2018, na rua Alfazema, Comunidade João Paulo, bairro Jorge Teixeira. Na ocasião, as vítimas, que trabalhavam como ajudantes de pedreiro, estavam voltando de um obra, quando foram atingidas por disparos de arma de fogo efetuados por William e o comparsa dele, identificado como Lucas Rodrigues Belém, que já está preso.

“William e o comparsa foram contratados por Fernando Félix da Silva, que foi preso na operação ‘Nero’, deflagrada pelas equipes da DEHS no dia 9 de maio deste ano. Fernando queria que as vítimas abandonassem a casa em que elas moravam, para que o local servisse de ponto de venda de drogas. No dia do crime, os infratores ainda filmaram a ação criminosa. Inclusive, William era um dos alvos da operação ‘Nero’, mas naquela ocasião não conseguimos prendê-lo. Ele é apontado como principal pistoleiro de Fernando”, destacou Araújo.

Indiciamento – William foi indiciado pela participação nos dois duplos homicídios e pelo envolvimento na tentativa de homicídio. Ao término dos procedimentos cabíveis na DEHS, o infrator será conduzido ao Centro de Detenção de Provisória Masculino (CDPM), localizado no quilômetro oito da rodovia federal BR-174, onde irá ficar à disposição da Justiça.

Notícias Relacionadas