Seu Navegador não suporta scripts.
Carregando

Polícia

Juíza determina a prisão do enteado do prefeito Arthur, acusado de homicídio

Juíza determina a prisão do enteado do prefeito Arthur, acusado de homicídio
Foto: Divulgação

Manaus / AM - A juíza titular da 2ª Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Manaus, Ana Paula de Medeiros Braga, decretou no início da noite desta quinta-feira (3), a prisão temporária de Alejandro Molina Waleiko e Vittorio Del Gato.

A magistrada acatou pedido da Polícia Civil do Estado do Amazonas no processo que apura o homicídio que vitimou um engenheiro, no último domingo (29), na cidade de Manaus. O crime teria ocorrido no bairro Tarumã na zona Oeste de Manaus, onde o corpo da vítima foi encontrado no dia seguinte (30) por populares.

Durante a manhã desta quinta-feira (3), Elielton Magno de Menezes Gomes Júnior, apontado como um dos homens que estavam na festa onde o engenheiro desapareceu, foi preso por uma equipe da Delegacia Especializada em Homicídio e Sequestro (DEHS) dentro da emissora de Televisão ACrítica, localizada na avenida André Araújo, bairro Aleixo, zona Centro-sul da capital, onde o suspeito concedia uma entrevista para o apresentador Siqueira Júnior.

Segundo informações da Polícia Civil, um segundo suspeito de participar da festa, de nome José Junior, conhecido como "Junior Gordo", foi preso e se encontra custodiado no 19° Distrito Integrado de Polícia (DIP), de onde será transferido para a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros onde será ouvido.

Junior é o “amigo” que teria levado Flávio até a festa e foi ele teria sido levado para mortr e também foi o responsável em registrar o Boletim de Ocorrência (BO), no qual eles alegaram que havia ocorrido uma invasão e um sequestro, versão refutada no dia seguinte pela própria Polícia e pelo síndico do condomínio.

Notícias Relacionadas