Polícia Ambiental apreende madeira ilegal durante operação em Manacapuru

369

Policiais militares do Comando de Policiamento Ambiental apreenderam 900 toras de madeira, uma embarcação de grande porte e uma pá carregadeira, no rio Manacapuru, próximo à Comunidade Santo Antônio, nessa quinta-feira (16).

A apreensão, foi a maior dos últimos quatro anos, três suspeitos foram detidos e uma serraria que atuava em situação irregular foi interditada.

Durante patrulhamento fluvial, moradores da comunidade Santo Antônio denunciaram crimes ambientais de extração ilegal de madeira nas proximidades do rio Manacapuru. O material supostamente seria rebocado para outra região. Na diligência, foi apreendido o equivalente a 800 toras de madeira, com comprimentos entre 10 e 17 metros, de espécies como sumaúma, cedro, mogno, itaubarana e assacu, oriundas da Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do Piranha e da RDS do Piagaçu Purus.

Também foram encontrados mais 50 metros cúbicos de madeira serrada dos tipos cedro e mogno, no interior de uma embarcação. O responsável pelo material não possuía documento de origem florestal (DOF), obrigatório para o controle e transporte de produtos e subprodutos de origem nativa. Órgãos de proteção ambiental municipal e estadual foram acionados para as devidas providências.

A operação Hórus contou com mais de 20 homens dos comandos de policiamento especializados da Polícia Militar do Amazonas, que percorreram mais de 400 quilômetros foram percorridos nas proximidades do local.