Seu Navegador não suporta scripts.
Carregando

Polícia

Polícia recupera lancha roubada que seria utilizada por ‘piratas de rio’ no Solimões

Polícia recupera lancha roubada que seria utilizada por ‘piratas de rio’ no Solimões
Foto: Divulgação

Em ação integrada, policiais militares do 2° BPChoque/Rocam e do 5° BPM/Coari desencadearam uma operação, neste sábado (11), para recuperar uma lancha denominada “Expresso Gama III”, que foi roubada por três  infratores em Manaus, durante a travessia para o município de Careiro da Várzea, e que teria sido vista no rio Solimões, na comunidade do Camará, município de Coari.

2932

Na ocasião do roubo, os infratores renderam passageiros e tripulantes e os abandonaram às margens do rio Solimões, levando pertences pessoais e a referida embarcação.

Segundo informações, a lancha “Expresso Gama III”, equipada com dois motores Suzuki 200HP, teria sido vista ainda pela manhã, por volta das 10h30, e no final da tarde, na comunidade do Camará, limite entre os municípios de Coari e Codajás. Os infratores teriam chegado ao local perguntando por um cidadão conhecido da polícia  por participação em “pirataria de rio” e tráfico de drogas. Ainda segundo as informações, o cidadão infrator receptou a embarcação e a ocultou juntamente com outras duas pessoas.

Os policiais militares foram até a comunidade, onde chegaram por volta das 22h. No local, os policiais localizaram o suspeito citado nas denúncias como o receptador da embarcação, apreendendo com ele uma espingarda calibre 16 e um revólver calibre 38. Na mesma residência, foram apreendidas ainda duas latas de tintas spray que seriam usadas na descaracterização da lancha.

Após receberem voz de prisão, os infratores disseram que a embarcação estaria escondida em local a cerca de 20 minutos rio acima, nas matas de igapó, mas não revelaram os infratores que teriam praticado o roubo, limitando-se a dizer que eles teriam ido para a cidade de Coari.

Os infratores levaram os policiais militares até a entrada de um lago nas margens do Solimões, onde a embarcação estava escondida na mata em uma distância de cerca de 200 metros. Na embarcação, foram apreendidos uma serra para cortar ferro, tintas spray e diversos papéis, incluindo a documentação da lancha, espalhados pelo convés.

A Polícia Militar suspeita que o roubo da embarcação teria sido encomendado por líderes de quadrilhas especializadas em “pirataria de rio” e tráfico de drogas para serem usadas na prática delituosa e na abordagem a “mulas do tráfico”, que descem o rio em embarcações velozes e com grande quantidade de drogas.

2933

Os infratores foram conduzidos e apresentados à 10ª Delegacia de Polícia Civil de Coari para os procedimentos cabíveis. As ações da Polícia Militar em Coari continuam com apoio de efetivos da Rocam e Força Tática, além do 5° Batalhão de Polícia Militar.

Notícias Relacionadas