Seu Navegador não suporta scripts.
Carregando

Polícia

Polícias Civil e Militar prendem autor de latrocínio ocorrido em junho deste ano, em Tabatinga

Polícias Civil e Militar prendem autor de latrocínio ocorrido em junho deste ano, em Tabatinga
Foto: Divulgação

A Polícia Civil do Amazonas, por meio da equipe de investigação da Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Tabatinga, sob a coordenação do investigador Alan Sampaio, em conjunto com policiais militares que atuam no município (a 1.108 quilômetros de Manaus), cumpriu, na sexta-feira (5/7), mandado de prisão temporária em nome de Moíses de Moraes Pessoa, de 22 anos, acusado de ser autor de latrocínio de Walter de Moraes Pessoa, que tinha 47 anos.

De acordo com a autoridade policial, o crime ocorreu na madrugada do dia 25 de junho deste ano, na casa da vítima, em Tabatinga. No dia seguinte ao delito, o proprietário do mercadinho em que Walter trabalhava achou estranho que ele não havia aparecido no estabelecimento e, então, pediu para que outro funcionário fosse até a casa dele. Ao chegar ao local, o funcionário viu o portão da residência aberto e encontrou o corpo de Walter na cozinha, com mãos e pés amarrados, e, em seguida, acionou os policiais civis.

“Ao chegarmos na residência verificamos que não havia sinais de arrombamento e alguns objetos haviam sido roubados do local, não encontramos documentos pessoais e nem os cartões da vítima. Ao longo das investigações, descobrimos que o infrator tinha um relacionamento homoafetivo com Walter e a motivação do crime se deu pelo fato de Walter ter parado de dar dinheiro para o infrator. Solicitamos ofício para a Caixa Econômica Federal que nos forneceram imagens do momento em que Moisés realiza um saque de R$ 590 da conta da vítima”, explicou Alan Sampaio.

Segundo o investigador, a partir disso, a equipe de policiais civis conseguiu identificar Moisés e foi solicitado pelo pedido de prisão temporária em nome dele pela autoria do crime. A ordem judicial foi expedida no dia 4 de julho deste ano, pela 1ª Vara da Comarca de Tabatinga. O infrator foi encontrado na casa da namorada dele, situada no bairro Novo Progresso, em Tabatinga.

Indiciamento - Conduzido ao prédio da DIP de Tabatinga, Moíses foi indiciado por latrocínio. Ao término dos procedimentos na DIP, o infrator permanecerá na Unidade Prisional de Tabatinga, onde irá ficar à disposição da Justiça.

Notícias Relacionadas