Repórter da Globo é feita refém nesta quarta-feira (10)

758

Um homem armado com uma faca invadiu a sede da TV Globo, no Rio de Janeiro, e fez a jornalista Marina Araújo de refém. O suspeito desejava conversar com a jornalista e apresentadora Renata Vasconcellos .

Episódio aconteceu no meio da tarde desta quarta-feira (10), aniversário da apresentadora. Leia também: Zambelli rebate Doria: “menos marketing e mais trabalho” PF indicia irmã de Aécio Neves por obstrução de justiça ‘Sai daqui’, diz Bolsonaro para mulher que o cobrou sobre mortes por Covid-19 Enquanto mantinha Marina Araújo como refém, o suspeito beijava a cabeça da repórter.

Ao saber que o homem queria falar com ela, Renata foi até o local em que o invasor estava. Após ver Renata, o suspeito soltou a arma e foi preso pelos policiais que estavam no local.

Ele estava mascarado e utilizava um chapéu no momento da invasão. Fontes afirmam que o sujeito teria feito a repórter refém na região da entrada da sede da emissora e entrado nos estúdios da gritando “Globo Lixo”. Entretanto, a informação sobre os gritos do suspeito foi negada.

Segundo uma repórter da Band, o homem foi levado para a 15º delegacia de Polícia, onde está prestando depoimento. A jornalista também disse que ele estava calmo no momento em que deixou a sede da emissora.