Seu Navegador não suporta scripts.
Carregando

Política

Juíza cassa mandatos de vereadores do PL em Manaus

Juíza cassa mandatos de vereadores do PL em Manaus
Foto: Reprodução
Manaus / AM - A juíza da 37ª Zona Eleitoral, Kathleen dos Santos Gomes, cassou todos os mandatos de titulares e suplentes do antigo Partido da República (PR) hoje Partido Liberal (PL) nas Eleições 2016 por fraude eleitoral. Foram cassados os mandatos de Sargento Bentes Papinha; o vereador Fred Mota, da vereadora Mirtes Sales, suplente da deputada estadual Joana D’arc; e o vereador Claudiomar Proença. Os quatro estão inelegíveis por oito anos.

A deputada estadual e líder do Governo Wilson Lima Joana D’arc, eleita vereadora naquele pleito e a jornalista Liliane Araújo que, ex-candidata a governadora pelo PPS, também estão inelegíveis por oito anos.

A cassação é devido a fraude no registro de candidatura de Ivaneth Alves da Silva, que denunciou ao Ministério Público Eleitoral (MPE) que sua inscrição como candidata nas eleições de 2016 não foi autorizada. De acordo com o MPE, o registro de Ivaneth era para alcançar a cota de representatividade feminina de 30,18%, uma obrigatoriedade da Justiça Eleitoral e o partido que não alcançasse seria excluído das eleições. Portanto, a candidatura era 'fake'. A decisão da magistrada cabe recurso.

Os vereadores e suplentes citados na reportagem não quiseram comentar a decisão da juíza. O Partido Liberal foi procurado por nossa reportagem mas até não se manifestou.As informações foram divulgadas inicialmente pelo blog da jornalista Rosiane Carvalho.

Notícias Relacionadas