Seu Navegador não suporta scripts.
Carregando

Política

Policiais deflagram greve após assembleia geral

Policiais deflagram greve após assembleia geral
Foto: Divulgação

Manaus / AM - Policiais Militares foram as ruas protestar contra o o governador Wilson Lima e fecharam a avenida Max Teixeira no bairro da Cidade Nova na zona Norte da capital amazonense na noite desta quinta-feira (8).

A categoria decidiu de forma unânime por entrar em greve, realizando uma espécie de falta coletiva até apróxima terça-feira (13). A decisão sobre a greve foi tomada durante assembleia geral na sede da Associação de Subtenentes e Sargentos do Amazonas, localizado na Rua Uirapuru, Conjunto Beija flor, bairro de Flores , zona Centro-sul da capital.

A associação reivindica uma posição do Governador do Amazonas sobre a revogação do Projeto de Lei (PL) 84/2019 que congela o salário dos servidores do Estado até 2021 e limita o teto de gastos do Estado, aprovado no último dia 12 de julho,  por 14 votos a sete, na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (ALE-AM).

Nova paralisação

Segundo  o presidente da Associação dos Praças da Polícia Militar do Estado do Amazonas (Apeam), Gerson Feitosa, caso o Governador Wilson Lima não se manifeste até às 7h desta sexta-feira (9), será dado início a uma nova manifestação, que sairá da Arena Amadeu Teixeira e irá até a Sede do Governo do Estado, oficializando a falta coletiva da categoria.

Outras categorias de servidores estaduais deverão aderir a paralisação contra a proposta do governo de congelar os salários até 2021.

Notícias Relacionadas