Seu Navegador não suporta scripts.
Carregando

Política

Prefeito do Careiro da Várzea pede união nas ações de combate ao novo coronavirus

Prefeito do Careiro da Várzea, Ramiro Gonçalves quer que os municípios da Região Metropolitana de Manaus estejam unidos nas ações de combate ao novo coronavirus

Prefeito do Careiro da Várzea pede união nas ações de combate ao novo coronavirus
Foto: Divulgação

O prefeito de Careiro da Várzea, Ramiro Gonçalves, lançou um apelo em nota oficial para que os prefeitos dos 13 municípios que compõem a Região Metropolitana de Manaus (RMM) reúnam-se com urgência para discutir ações e esforços conjuntos de prevenção e monitoramento do novo coronavirus, bem como de identificação, registro e tratamento das pessoas infectadas.

“O prefeito Arthur Neto vem sendo ágil nas decisões relativas à pandemia do novo coronavirus. Nós, do Careiro da Várzea, assim como outros de alguns municípios da RMM, estamos fazendo isso também. Mas essas ações, por mais eficientes que sejam no âmbito de cada município, por enquanto estão sendo isoladas. É necessário que pensemos em termos metropolitanos, pois a RMM concentra nada menos que 64,6% de toda a população amazonense”, argumentou Ramiro.

Ele lembrou que o bairro Gutierrez, no Careiro da Várzea, é onde realmente começa a rodovia BR-319, que liga Manaus à região sul do Estado e ao resto do País por via terrestre, a partir de Porto Velho, em Rondônia.

E que o bairro Gutierrez tem mais de seis mil habitantes e por ali passam, diariamente, milhares de pessoas tanto saindo de Manaus quanto vindo para a capital, seja de municípios próximos como Autazes, Manaquiri, Careiro (Castanho), Nova Olinda do Norte e Borba, ou mais distantes como Apuí e Humaitá, além de gente de todas as partes do País.

“O bairro Gutierrez é um dos núcleos urbanos mais fragilizados do Estado não somente pelas condições precárias de saneamento, que são históricas, mas principalmente pelo altíssimo grau de exposição daquela população aos perigos que por ali passam todos os dias e o tempo todo. E a esses perigos soma-se, agora, o novo coronavirus, contra o qual precisamos montar barreiras eficientes e capazes de minimizar sua capacidade de contágio e letalidade”, alertou o prefeito.

Diante desse quadro, Ramiro Gonçalves está enviando ofício aos prefeitos de Manaus e dos demais municípios da RMM propondo uma reunião em caráter de urgência, para a discussão das estratégias conjuntas a serem adotadas no combate ao novo coronavirus, especialmente os termos desse processo de cooperação, inclusive e principalmente para a diluição dos custos.

“O bairro Gutierrez, que cito como como exemplo de área crítica que requer ações específicas, pertence ao Careiro da Várzea mas uma importantíssima rota do Estado e não pode onerar somente nosso município. É preciso que Manaus e todos os outros municípios do entorno, que têm a BR-319 como via, dividam conosco as responsabilidades e despesas do que precisa ser feito ali em termos de barreiras sanitárias”, defendeu, complementando: “E penso que a liderança natural desse processo de reunião e junção de esforços dos municípios da RMM está nas mãos do prefeito Arthur Neto, de Manaus, que certamente chamará para si essa responsabilidade”.

REGIÃO METROPOLITANA DE MANAUS

A RMM tem área de 127.287,789 km², que corresponde a apenas 8,1% dos 1.571.000 km² do território amazonense. Mas concentra 2.676.936 pessoas, nada menos que 64,6% da população total do Estado, que é de 4.144.597, segundo estimativas do IBGE (2019).

Além de Manaus, que é o município-sede, a RMM inclui os municípios de Autazes, Careiro, Careiro da Várzea, Iranduba, Itacoatiara, Itapiranga, Manacapuru, Manaquiri, Novo Airão, Presidente Figueiredo, Rio Preto da Eva e Silves.

A densidade demográfica da RMM é de 20,55 habitantes/km² e o PIB (Produto Interno Bruto) é de R$ 90 bilhões ou cerca de 83% do PIB amazonense, ainda segundo estimativas de 2017 do IBGE.

Notícias Relacionadas